Quem diria…

A cantora P!nk é rebelde, uma legítima bad girl, mas as músicas “Please Don’t Leave Me” e “Who Knew” não são lá das mais agitadas.

Bem, “Who Knew” é o título do post e a música que mais gosto dela. É uma música triste, que me lembra o passado e ao mesmo tempo o presente. Vejam a o vídeo e alguns trechos da letra:

Who Knew

If someone said three years from now

You’d be long gone

I’d stand up and punch them out

Cause they’re all wrong

I know better

Cause you said forever

And ever

Who knew

I wish I could touch you again

I wish I could still call you friend

I’d give anything
I’ll keep you locked in my head

Until we meet again

And I won’t forget you my friend

What happened?

If someone said three years from now

You’d be long gone

I’d stand up and punch them out

Cause they’re all wrong and

That last kiss

I’ll cherish

Until we meet again

And time makes

It harder

I wish I could remember

But I keep

Your memory

You visit me in my sleep

My darling

Who knew

  • Refrão: “If someone said three years from now you’d be long gone, I’d stand up and punch them out cause they’re all wrong. I know better, cause you said forever… and ever… who knew…”

Tradução: “Se alguém dissesse que daqui três anos que você iria embora, eu me levantaria e socaria todos eles porque estariam errados. Eu sei melhor que eles porque você disse “para sempre”. Quem diria…”

É, meu namoro durou 3 anos. E com certeza brigaria com alguém me dissesse em 2009 que dali um tempo ela iria embora. Ela também disse que ficaríamos juntos para sempre mas no final quem disse que um dia ela partiria foi quem tava certo. Quem diria.

  • I wish I could touch you again. I wish I could still call you friend. I’d give anything. I’ll keep you locked in my head until we meet again. And I won’t forget you my friend. What happened?”

Tradução: “Eu te manterei trancado em minha mente até nós nos reencontrarmos, até nós vermos de novo. E eu não te esquecerei, minha amiga. O que aconteceu?”

Não sei um dia quero vê-la de novo, no momento tenho certeza que não, mas um dia quem sabe. A história acabou e teve seu ponto final, não foi o final feliz que sempre sonhei mas foi o fim. Como já disse em outro post, não esquecerei dela nunca. Está gravada na minha mente.

Queria poder deletar. =(

  • “If someone said three years from now you’d be long gone, I’d stand up and punch them out cause they’re all wrong. And that last kiss I’ll cherish until we meet again. And time makes it harder, I wish I could remember. But I keep your memory you visit me in my sleep. My darling, who knew?”

Tradução: “Se alguém dissesse que daqui três anos que você iria embora, eu me levantaria e socaria todos eles porque estariam enganados. Aquele último beijo vou guardar, até nós nos reencontrarmos. E o tempo torna mais difícil, queria poder me lembrar. Mas guardo suas lembranças e você me visita em meus sonhos. Minha querida, quem diria?”

Não lembro do último beijo, verdade. Lembro do último abraço, guardo na lembrança mas não fico pensando nisso. Faz tempo que não sonho com ela e ainda bem. É chato porque quando se está num sonho aquilo parece muito real, daí quando acordo meu mundo perfeito não existe.

Um dia você decidiu ir embora e levar todos os meus sonhos, quem diria?

Um dia disse que estaria sempre ao meu lado e em outro disse que cada um devia seguir seu caminho, quem diria?

Um dia você trocou tudo o que teria pra uma vida apenas para curtir o momento, quem diria?

Quem diria…

Fotos

O que fazer quando um namoro acaba ficam aquelas centenas de fotos?

Fotos que incomodam, machucam, te lembram um passado (ás vezes recente) e te joga na cara que esta não é mais a realidade… e você daria de tudo pra voltar no exato momento daquela foto.

Quando ela se foi decidi excluir as fotos com ela, comecei no Facebook e depois as do pc, por último apaguei as do celular. Não tenho mural de fotos e percebi que meu “rasgar as fotos” foi deletar todas elas, todas.

Foi difícil ver as fotos depois do fim porque ninguém tira foto num momento triste, e todas as fotos abraçando, sorrindo, datas especias, na hora daquele clic parecia que aquela felicidade seria eterna. Por que não pode ser assim?

Não apaguei as fotos de primeira, apenas juntei todas numa pasta e pensei que se apagasse não teria com recuperar. Uma amiga me aconselhou a guarda-lás pois no futuro não sentiria mais nada por ela e as fotos ficariam como boas lembranças, não achei uma boa ideia.

As fotos eram lindas, mas todo sofrimento que passei me fez nunca mais querer vê-la de novo, nem por foto. Isso não é birra e nem infantilidade, só acho que é melhor assim; explico em outro post.

Logo após o término continuamos amigos no Face, e continuar amigo era a pior coisa que podia fazer comigo mesmo. Dá pra se imaginar chorando por alguém que te largou e quando você resolver entrar domingo no pc vê fotos dessa pessoa mais feliz do que nunca na balada?

Pior que as fotos que eu tinha salvo, essas novas não tinha como suportar.  =(

Já viram “batalha” de fotos entre ex-namorados no face? Quando ambos ficam colocando fotos de rolês pra mostrarem que não estão tristes, que tão melhor do que nunca. Foi o que meus amigos aconselharam, mas não ia ficar com esse briguinha ridícula.

Pra provar que toda situação que vivi teve uma música que coube perfeitamente vejam a letra dessa do Victor e Leo:

Joguei fora fotos de nós dois
Reviver você não me faz bem
Nem vai me trazer o que já foi
Você mudou muito e eu também

Já rasguei as fotos mas em pensamento
Guardo cópias do seu beijo e solidão

Beijos meninas.

Vocês são minha inspiração

Olá meninas!

Posso escrever meninas já que tenho certeza que 100% dos acessos que o blog teve foram meninas, e principalmente participantes do grupo “Depois dos Quinze“.

Antes de mais nada gostaria de agradecer os acessos e todos os comentários que li, no grupo e aqui no blog. Foram palavras de elogio e incentivo, fico feliz que a emoção e os sentimentos tenham sido passados no texto, deu pra sentir a dor mas ainda sim com uma leveza. Sem se tornar um texto triste.

Quando criei um post no grupo dizendo que criaria esse blog (lembram?) a ideia foi bem aceita, queria escrever para desabafar e percebi que havia quem gostasse de ler sobre sentimentos. Estou inspirado para escrever bastantes textos.

Mas esse blog teve um início agora em janeiro e provavelmente já tem um fim, permitam-me explicar; toda as situações que escreverei aconteceram em 2012, e resolvi deixar todo sofrimento e dor para trás junto com esse ano. Doze meses podem parecer pouco para amadurecer, mas tudo o que aconteceu ano passado me fez crescer de um modo que, por mais que tenha sido difícil, foi bom de ter acontecido. Deixei de ser um menino para me tornar um homem.

Poderia lamentar e ficar dizendo que 2012 foi o pior ano da minha vida, por vezes até fiz isso, mas é na tribulação que você evolui, como aquele ditado: “O mar calmo nunca fez um bom marinheiro”.

Portanto, o “Meninos não choram” será como um diário desde o momento que ela me deixou até o presente momento, em que finalmente digo sem dúvida nenhuma em meu coração e nenhum um pingo que mentira que estou bem. Finalmente =)

 

O próximo post já está pronto, e se vocês quiserem logo logo eu posto.

Bjos à todas

Meninos não choram.

Um dia conheci a garota dos meus sonhos, me apaixonei e o mundo a minha volta ficou completamente diferente, tudo era mais bonito e eu adorava a sensação.

No começo tudo era novidade, ainda mais sendo a minha primeira namorada, e depois de um tempo queria que ela fosse a minha primeira e única namorada.

Minha vida virou outra, deixei de andar um pouco com seus amigos, eles sentiram falta mas nem me importei; deixei de pensar no que faria no final de semana para pensar no que faríamos.

Passamos horas conversando, rindo, fazendo planos. Não se tem muitas certezas na vida, mas a única que tinha era que queria essa garota incrível do meu lado para o resto da vida, e como era jovem, era animador que meu “resto” de vida seja bem grande.

Há quanto tempo e quantos escritores já escreveram sobre amor? Muitos, mas nenhum deles conseguiu encontrar as palavras certas, porque quando você perceber que ama ela não haverá palavras em língua nenhuma para que você possa se expressar, você apenas sentirá e saberá se ela sente o mesmo.

275988_Papel-de-Parede-Crepusculo-Edward-e-Bella_1600x900

Nenhum homem entendeu ou entenderá as mulheres um dia. Elas são imprevisíveis, incompreensíveis e chegam num ponto que são até cruéis.

Um dia eu amei essa garota. Ela foi meu mundo. Não imaginava mais seu futuro sem ela.

Mas para ela nada disso importou.

Ela se cansou disso “tudo”, achou que não dava mais, nem deu uma justificativa, um motivo ou alguma razão.

Se foi sem arrependimento e sem olhar pra trás, deixando meu coração em pedaços.

Foi nessa hora que precisei ser forte, que minha vida tomou um rumo diferente e que eu sabia que tempos (muito) difíceis estavam por vir. É nessa hora que começa esse blog.

Meninos não choram, será mesmo?