Desperdicei meu tempo com ele?

Eu sei que nunca mais postei nada, desculpa.
Vamos a mais um conselho?  =)
Bom, eu gosto de um menino a 1 ano e 6 meses e nesse tempo, nós só ficamos duas vezes. Eu sofri/sofro muito por ele, só que é inevitável não vê-lo, pois ele é vizinho de uma prima minha. Que aliás, eu o conheci por meio dessa prima. 
Sempre que vou a casa dela, ele está lá. Por infelicidade do destino, ás vezes eu o encontro no ônibus voltando da escola eu tento ignorá-lo mas sempre o único lugar vago no ônibus é ao lado dele. E então, eu me recuso por mil vezes a sentar naquele lugar mas o cansaço me consome. Ele puxa assunto comigo, eu respondo mas o silêncio domina.
Não consigo ter uma conversa normal com ele, depois do que ele fez comigo… Ele me iludiu, falou coisas lindas mas no final disse que não poderia ser um bom namorado pra mim.
Eu nunca havia tocado no assunto namoro pra ele, apenas estava expressando o que sentia por ele. Algumas pessoas dizem que ele faz isso porque não quer me magoar, ou tem medo de me magoar e o pessoal da minha família rejeitá-lo por causa disso.
Eu não intendo, pois ele iria ter algo comigo e não com a minha família. Será que foi 1 ano e 6 meses jogado fora? Desperdicei meu tempo com ele? Eu quero voltar a correr atrás, mas eu já corri muito atrás. Não sei o que fazer, porque eu perco muitas noites de sono por causa dele.. O que eu faço?
 
B.F. 14 anos, São Paulo – SP
Oi “Bê”, é hora de você desencanar dele. Ok, vai ser mais difícil porque vocês se encontram frenquentemente no ônibus, sou da opinião que você deve ser educada e cumprimentá-lo, só sentar ao lado dele como última opção. Deixa ele puxar assunto, você sendo seca, talvez até mesmo um pouco grossa, ele desiste de conversar. Vai passar uma semana assim, duas, e ele vai desistir.
Você diz que ele te iludiu e falou coisas lindas, 14 anos é pouca idade e logo você vai perceber que garotos falarão isso como se não fosse nada, tudo apenas para ficar contigo. Acho que na cabeça dele namoro é algo que ele com certeza não quer, e talvez foi o que ficou subentendido quando você expressou o que sentia por ele. É, isso assustou ele.
Ele não seria um bom namorado pra você mesmo, e isso não tem nada a ver com família não, como você mesmo disse, seria algo pra se resolver entre vocês dois. Ele nem seu namorado quer ser, quem dirá um bom namorado.
Você não desperdiçou tempo com ele, vale como experiência, agora você sabe que quase nunca palavras linda são sinceras. Vai correr atrás de alguém que claramente não quer nada? Nada te impede, mas aí sim será perda de tempo e causa de ainda mais dor e noites sem dormir; falo por experiência própria.
Não perca mais suas noites de sono! Te garanto quem com um tempo as coisas vão se aquietar e logo cada um estará no seu lugar, você aqui no seu canto e ele por aí… Sem você se importar. =)
Quer dizer algo pra B.F.? Deixe nos comentários. Quer algum conselho? Envie sua história detalhada para lucasdeoliveira.92@hotmail.com
Bjos meninas e até a próxima.
Anúncios

Existe o cara certo?

Outro dia apareceu no meu feed do Facebook um link sobre vários blogs de garotas que estão escrevendo textos sobre determinado tema, e vi o link num tema que me fez pensar: existe o cara certo?

p_s_i_love_you_1

Respondendo a pergunta: sim, ele existe. Porém há outras perguntas que não são tão simples: por onde ele anda? Como vou saber se ele é o cara?

O cara certo é um alguém muito particular pra você, único, aquela velha história de que cada panela tem sua tampa. Esse cara não vai ser perfeito, já que ninguém é perfeito, mas você vai suportar os defeitos dele assim como ele vai conviver com os seus.

Esse cara pode não ser tão bem educado e nem tão bonito quanto o canto daquela boy-band que você era fã, mas parecerá um príncipe  e muito mais bonito do que é. Será alguém que antes de tudo irá respeitar suas vontades e decisões, estará ao seu lado quando precisar; tudo isso necessita de tempo, portanto não se sabe se ele é cara certo de um dia pro outro.

Pra isso acho importante o casal ter gostos parecidos, uma sintonia como aqueles casais que conversam só de olhar.

Esse cara anda por aí e se encontra quando menos se espera, mas é preciso dar uma chance, senão o cara passa despercebido… E só saberá que ele é o cara depois de um tempo de namoro, e não há problema se não for.

 

Eu mesmo como exemplo, um dia achei que era o cara certo de uma garota, mas o tempo foi passando e ela percebeu que, infelizmente, não era. Hoje percebo que ela tinha razão e talvez tudo tenho sido melhor assim. Eu sei que esse cara sou eu, só que para outra garota.

Esse post participa da blogagem coletiva que o blog Nós na Gravata está promovendo.