Existe o cara certo?

Outro dia apareceu no meu feed do Facebook um link sobre vários blogs de garotas que estão escrevendo textos sobre determinado tema, e vi o link num tema que me fez pensar: existe o cara certo?

p_s_i_love_you_1

Respondendo a pergunta: sim, ele existe. Porém há outras perguntas que não são tão simples: por onde ele anda? Como vou saber se ele é o cara?

O cara certo é um alguém muito particular pra você, único, aquela velha história de que cada panela tem sua tampa. Esse cara não vai ser perfeito, já que ninguém é perfeito, mas você vai suportar os defeitos dele assim como ele vai conviver com os seus.

Esse cara pode não ser tão bem educado e nem tão bonito quanto o canto daquela boy-band que você era fã, mas parecerá um príncipe  e muito mais bonito do que é. Será alguém que antes de tudo irá respeitar suas vontades e decisões, estará ao seu lado quando precisar; tudo isso necessita de tempo, portanto não se sabe se ele é cara certo de um dia pro outro.

Pra isso acho importante o casal ter gostos parecidos, uma sintonia como aqueles casais que conversam só de olhar.

Esse cara anda por aí e se encontra quando menos se espera, mas é preciso dar uma chance, senão o cara passa despercebido… E só saberá que ele é o cara depois de um tempo de namoro, e não há problema se não for.

 

Eu mesmo como exemplo, um dia achei que era o cara certo de uma garota, mas o tempo foi passando e ela percebeu que, infelizmente, não era. Hoje percebo que ela tinha razão e talvez tudo tenho sido melhor assim. Eu sei que esse cara sou eu, só que para outra garota.

Esse post participa da blogagem coletiva que o blog Nós na Gravata está promovendo.

Anúncios

Conselho

Eaí meninas, tudo bem?

Hoje vamos inaugurar a primeira tag desse blog: conselhos. Dei a ideia no grupo oficial no Face e pareceu boa, de início darei conselhos sobre namoros e relacionamentos (ou sobre o fim deles) mas podem perguntar sobre qualquer coisa, já que várias vezes dei minha opinião masculina no grupo do DDQ.

lais pico

Pra começar então, vamos ler a história de uma leitora:

“Bom, hoje foi o primeiro dia de aula. E ele estava lá, eu nem queria lembrar que ele existia, isso já me causou várias frustrações, afinal já fazem 6 anos que eu gosto dele.

Na verdade, sempre me questiono se eu realmente gosto dele. Até que ponto eu sei que é só uma atração? Me lembro até hoje como foi o nosso último beijo, foi bom, intenso, e na formatura da escola. Ele me agarrou, mas depois me senti usada como uma ” aposta ”. Será que eu fui fácil?

Enfim, na escola acho que sem querer eu trollei ele hoje. Eu nem sabia que ele iria pra escola, muito menos que tinha passado de ano… Eu vi ele chegando e vi uma garota que era minha amiga, logo que ela me viu ela foi me cumprimentar, e nós passamos por ele e eu fiz questão de ignorar ele.

Não sei se seria certo cumprimentar ele depois daquela foto que ele pagou de ” bonzão ” aonde no fundo a gente tava se beijando. Mas evitei, ele me olhou, eu percebi .

Depois na troca de aula, ele tava na metade do corredor e meu amigo no final. Novamente ele me viu,e e fui na direção do meu amigo, e ele olhou de novo, e de quebra ainda fiz questão de falar ” Oi,que saudade de você ! ”. E abracei meu amigo.

Não que eu seja afim do meu amigo, mas a gente tem intimidade pra se abraçar, mas nada além do que abraços simples de bons amigos. E eu jamais me envolveria com o meu amigo, por que ele namora a minha amiga.

Mas eu sei que a qualquer momento ele vai correr atrás. Mas e ai ? Foi certo o que eu fiz ? . Dizem que só um novo amor pra curar outro..mas né .”

L.P. 16 anos, Sorocaba – SP

 

 

Seis anos você gosta desse cara? É um bom tempo… Só você pode dizer se realmente gosta dele ou se é só atração. Esse beijo que vocês deram na formatura me parece ter significado muito mais pra você que pra ele, bem capaz de pra ele ter sido uma aposta e valer só como mais uma. Não diria que você foi “fácil”, pois não é de hoje que você é afim dele, mas espero mesmo que você “fosse” afim dele.

Como vocês vão se ver agora na escola e não tem jeito, acho melhor você ser educada e pelo menos cumprimentar ele, já que vocês não são estranhos um pro outro, e essa de ficar sem se falar só fica alimentando essa dúvida/sentimento que você tem.

O ideal agora é deixar o ano começar e ir se afastando dele, não dessa maneira brusca ao ponto de não se falarem, mas ir se afastando com o tempo, não andando com o mesmo grupo de amigos dele.

Mesmo que você goste dele, pelo jeito o contrário não é válido. Então deixa esse cara de lado.

Sobre o ditado “Só um amor pra curar outro amor”, eu gosto muito dele mas ainda não sei se é verdade.

Quanto terminei meu namoro (eu né?) achei que ficar com outras garotas seria uma solução pra esquecê-la, resolvia na hora, e teve uma que eu tinha uma “história” que ficar só me atrapalhou a vida e me fez ficar até pior.

Desde o fim, ainda não acho que estou 100% bem, estou 99%. Acredito que só vou ficar completo de novo quando encontrar não só um “outro” amor, mas sim “o” amor da minha vida.

 

 

 

E vocês, acham que L.P. tá certa? Tem algum conselho para ela? Deixe aqui nos comentários.

Precisa de algum conselho? Quer saber o que os homens pensam? Envie sua história para lucasdeoliveira.92@hotmail.com =)

Pra quem ainda não conhece, participe do grupo no Face (MNC) e curtam a página.

Beijos garotas, até a próxima 😉